Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Classico alvinegro...




Ontem num jogo eletrizante o Corinthians conseguiu, finalmente, vencer o Santos. Os meninos da Vila sofreram seu primeiro grande revés. Mesmo criando várias oportunidades e tendo um gol erradamente anulado pela arbitragem, o Santos não conseguiu vencer a determinação coritiana e saiu do pacaembu derrotado por 4 a 2. Acho que neste jogo, podemos destacar duas coisas. Enfim Mano Menezes saiu da retranca e surpreendeu Dorival Jr com um time ofensivo e marcando a saída de bola. O jovem Bruno César jogou um partidaço e comandou o meio campo, sendo responsável pelas principais jogadas de ataque, e ainda ajudou na marcação. Este menino tem tudo para finalmente substituir à altura o hoje gremista meia Douglas. A segunda coisas é que o Santos precisa começar a preocupar-se com seu setor defensivo. A qualidade santista do meio pra frente é indiscutível. Entretanto, o Santos vem sofrendo uma quantidade muito grande gols. Fato que fez com que até o zagueiro Edu Dracena comentasse a fragilidade da defesa. Os adversários já perceberam isso e já estão tirando proveito.
Ontem os santistas foram surpreendidos com uma marcação adiantada, dificultando a saída santista e impedindo a criatividade do meio campo, principal arma do peixe. E pra piorar, com 1 minuto e meio de jogo Jorge Henrique abriu o placar na falha do fraco goleiro Felipe. Estando na frente do placar, o Corinthians passou a se defender a tentar sair nos contra ataques, o que fez com que o Santos dominasse a partida no primeiro tempo. Depois do intervalo o Santos voltou com o ímpeto ainda maior e conseguiu empatar aos 7 minutos com André, porém nem teve tempo de comemorar porque 2 minutos depois, o iluminado Bruno César virou o jogo. A partir daí a partida ficou aberta, com o Santos criando as oportunidades mais claras, mas parando na inspirada defesa corintiana. Numa roubada de bola no meio campo, Ralf recebeu de Dentinho e marcou o terceiro. Dorival Jr, de maneira estranha sacou o zagueiro Edu Dracena e colocou Marcel. Com o defesa aberta, o Santos tomou o quarto gol, após cruzamento de Roberto Carlos na cabeça de Paulinho. Diminuiu no final com Marcel.
O Santos saiu derrotado e reclamando da arbitragem, mas do penalti inexistente e o gol legítimo anulado contra o Ceará, ninguém se lembra neh? Acho que o Santos é um grande time, mas um grande time também perde, e os meninos da vila agora precisam aprender a perder.



As declarações do Zagueiro Edu Dracena, criticando a postura tática da equipe, Ganso, que se recusou a sair do jogo contra o Santo André, a falta de disciplina de Neymar e Cia, e a insatisfação de Rodrigo Mancha ao ser subtituído após ter acabado de entrar começam a por em dúvida o comando de Dorival Jr. O desempenho do time vem caindo drasticamente, e seu trabalho já começa a ser questionando nas bandas da baixada. Vamos ver até quando ele aguenta.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Santos...à prova de olho grande!


Ontem mais uma vez o time do Santos mostrou que é imune aos "Zecas Pimenteira" de plantão e venceu o bom time do Gremio na Vila Belmiro, passando assim à final da Copa do Brasil. Num jogo que pra mim, foi a final antecipada, o Gremio até começou bem, e ao contrário do que se supunha, não limitou-se apenas a defender e partiu pra cima do Santos, que foi obrigado a marcar e não teve muitas chances no primeiro tempo. Entretanto, na segunda etapa, brilhou mais uma vez a estrela do cerebral Paulo Henrique Ganso, que acertou uma bomba da intermediária e acertou a ângulo, sem chance pro goleiro Víctor. A partir daí, o time dos Santos, que até então não conseguia jogar, acordou e iniciou uma pressão mortal sobre o time do Grêmio, que foi obrigado a sair para buscar o empate, dando assim mais espaço pra Ganso e CIA, até então bem marcados. Num contra-ataque mortal, após lançamento, André, um dos melhores em campo, protegeu bem a bola e tocou pra Robinho, que num toque genial emcobriu o goleiro Victor. Entretanto, o guerreiro time do Gremio não desistiu e continuou tentando atacar o Santos. Numa cobrança de falta de Douglas, Jonas cabeceou, o goleiro Felipe espalmou nos pés de Rafael Marques, que impedido mandou pra redes. O gol deu sobrevida ao Grêmio que se lançou ainda mais ao ataque com as entradas de William e Leandro. Foi aí que apareceu o coringa santista Wesley. Num contra-ataque rápido ele deu um drible da vaca no zagueiro, fintou o goleiro Victor e quase sem angulo mandou pro gol. A situação do Grêmio piorou quando Jonas se enroscou com Edu Dracena na área e os dois (Edu Dracena sem motivo) foram expulsos. Minutos depois, após falta dura, Rafael Marques também foi expulso. Cansado e com um a menos, o tricolor gaúcho quase levou a quarto. Depois de cruzamento de Wesley, Marcel ,sozinho, conseguiu mandar no travessão. o Peixe então passou a tocar a bola e gastar o tempo.
Depois do apito final os jogadores do Santos ainda reclamaram que foram subestimados e desrespeitados durante a semana pelo presidente do Gremio e que essa era a resposta deles, que sempre tiveram humildade e respeitaram todas as equipes que enfrentaram. Será?

Não dá pra entender o Cruzeiro...parte II


Há alguns dias atrás eu havia dito aqui mesmo no blog que não dava pra entender o time do Cruzeiro, que ao mesmo tempo que batia bons adversários, inclusive fora de casa, perdia para times mais fracos. Na época eu me referia à vitória diante do Nacional do Uruguai nos dois jogos e a derrota par o Ipatinga na semi-final do campeonato mineiro. Não que o Nacional seja um grande time, mas era um adversário teoricamente mais difícil, principalmente jogando em casa. Mesmo assim o cruzeiro venceu os dois jogos por 3 a 0, alimentando assim a esperança da torcida rumo à mais uma final de Libertadores. Entretanto, o que se viu ontem no Morumbi foi um time perdido e desorganizado. Logo no primeiro minuto de jogo, Kleber foi expulso depois de dar uma cotovelada em Richarlyson. A partir daí, o São Paulo dominou totalmente o jogo e, só não aplicou uma goleada devido às defesas do ótimo goleiro Fábio.
Que os são-paulinos não pensem que esotu comparando o time do São Paulo ao Ipatinga ou Nacional. Com certeza os méritos tricolores são inegáveis. Mais uma vez Fernandão fez a diferença. Os times que entraram em campo ontem não eram o mesmos dia de 15 dias atrás. O Cruzeiro não era de longe o time que conquistou a vaga vencendo por 3 a 0 na casa do adversário. O São Paulo de ontem é infinitamente superior ao time sofrível que venceu nos penaltis o fraquíssimo Universitário. Agora eu me pergunto: qual dos dois é o verdadeiro time do Cruzeiro? O time coeso e forte que venceu o Nacional, ou o time perdido e cabisbaixo que foi humilhado pelo São Paulo? Espero que no campeonato brasileiro, eu finalmente possa saber qual dos dois é verdadeiro, e finalmente entender o Cruzeiro.

A casa caiu...


O que está acontecendo com a Sociedade Esportiva Palmeiras. Constante troca de treinadores, vários jogadores dispensados por indisciplina, time aos trancos e barrancos e torcida furiosa. Essa a situação atual do Palmeiras, que parece viver um dos piores momentos de sua história. Entretanto, analisando a situação, acho que fica nítido até para o mais leigos, que o problema do alviverde da Barra Funda não é o time ruím e limitado, mas sim a sua diretoria. Depois da saída do contestado, porém vitorioso Mustafá Contursi, o Palmeiras nunca mais conseguiu engrenar. Contratou Wanderley Luxemburgo, fechou uma parceria milionária com a Traffic, conseguiu um bom patrocínio e contratou vários bons jogadores, como Clayton Xavier, a revelação Keirrison e o aspirante a craque Diego Souza. Ia muito bem no brasileirão até que, numa nebulosa negociação, Keirrisson, que não vinha em boa fase, foi vendido para o Barcelona da Espanha, o que irritou Wanderley Luxemburgo, que manifestou seu desagrado e acabou demitido sob a alegação de quebra de hierarquia. A partir daí, o barco começou a afundar. O time começou a capengar, a mesmo com a chegada do vitorioso Muricy Ramalho, o Palmeiras, que dominara a maior parte de do campeonato, chegando a ter uma vantagem de 15 pontos em relação ao segundo colocado, entrou em queda livre. Não só perdeu o título como também a vaga na Libertadores da América, causando a vergonha e a ira da torcida. De lá para cá, foram só dissabores. O time fez uma das piores campanhas da história do clube no campeonato paulista, foi eliminado da copa do Brasil pelo nanico Atlético Goianiense e agora no início do campeonato brasileiro, depois de uma atuação ridícula contra o Vasco, demitiu o técnico Antônio Carlos Zago sem explicações relevantes, e mais dois jogadores, Roberto e Marquinhos, novamente por indisciplina. Fora Digo Souza que já estava afastado depois de fazer gestos obscenos para a torcida.
Tudo isso, nos levar a pensar que, se continuar nesse ritmo, o destino do Verdão seja novamente a segundona do nacional. Mas será que cair uma mês já não foi o suficiente pra aprender que um bom time é feito primeiramente por uma diretoria competente e um bom planejamento. Será que a torcida já não sofreu humilhação o bastante.


 

É claro que nada justifica o comportamento da torcida no caso do atacante Vagner Love, que foi agredido por torcedores e deixou o clube pela porta dos fundos. Todo protesto é válido, desde que com razão e sem violência. E ultimamente, o que mais essa torcida tem tido, é razão para protestar. Agora a diretoria promete reverter a situação, contratando reforços e um novo treinador. Especula-se até o nome de Luiz Felipe Scolari, campeão da Libertadores pelo clube. Mas na minha humilde opinião, o Palmeiras deveria especular é uma nova diretoria, uma nova filosofia de trabalho, consciente e isento de interesses financeiros e políticos, onde o sucesso do clube viesse em primeiro lugar. Acho que já está mais do que provado que apenas formar bons times, recheados de craques não traz resultados. Tem que ter planejamento e acima de tudo, idoneidade e seriedade na direção. Querem exemplo melhor do que o Flamengo, que no ano do seu centenário encheu o time de estrelas com Alex, Edmundo, Romário, Vampeta e Denílson, faz uma campanha lastimável no carioca e por muito pouco não foi rebaixado no brasileiro.
Vamos aguardar cenas dos próximos capítulos do drama palmeirense. Com certeza o futebol brasileiro carece do retorno do bom futebol e dos grandes jogos de sua história e, com certeza, o Palmeiras faz parte dessa história. Resta à torcida lembrar-se com saudade dos grandes times dos anos 90, e rezar por dias melhores.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Convocação...teimosia disfarçada de coerência

Goleiros:

Julio Cesar - Internazionale de Milão - ITA

Titular absoluto e incontestável da seleção brasileira. Pra mim, não precisa provar mais nada, inclusive já demonstrou em várias oportunidades que é o melhor goleiro do mundo na atualidade. Sua única deficiência é a saída do gol.


Gomes - Tottenham - ENG

Desde que foi pro futebol da Inglaterra, Gomes tem alternado bons e maus momentos. Mesmo assim, ele vem participando da convocações da seleção. Atualmente, vive um bom momento em seu clube. Pode ser uma boa opção caso Júlio césar não possa jogar.



Doni - Roma - ITA

Não tem estado nem na reserva de seu clube, o que torna sua convocação um absurdo, visto que o goleiro Victor do Grêmio, vive grande fase. Ainda bem que será apenas o terceiro goleiro.



Zagueiros:




Lúcio - Internazionale de Milão - ITA

Capitão e também titular incontestável. Forte, trombador e seguro, só assusta quando tenta sair jogando. Mas costuma crescer em momentos difíceis.




Juan - Roma - ITA

Rápido e bom na jogada aérea, Juan formol com Lúcio uma das melhores zagas do mundo na minha opinião. Quando os dois estão em bom momento, é difícil passar alguma coisa. Costuma ter muita regularidade em suas atuações.


Luisão - Benfica - POR

Alto e forte, Luisão também costuma trazer segurança à zaga. Compensa sua lentidão com bom reflexo e técnica. Reserva imediato de Lúcio.



Thiago Silva - Milan - ITA

Jovem e promissor, Thiago SIlva não vive um bom momento em seu clube. Na minha opinião carece de mais experiência para poder disputar uma Copa. Uma grande injustiça com Miranda, do São Paulo, que está em melhor momento e tem mostrado atuações mais regulares.



Laterais:



Maicon - Internazionale de Milão - ITA

Rápido, forte e voluntarioso, Maicon pra mim sempre foi nome certo. Apesar de não concordar quando dizem que ele é o melhor lateral do mundo, na ausência de outras opções é o melhor nome.



Daniel Alves - Barcelona - ESP

Grande coringa de Dunga, Daniel destaca-se pela versatilidade. Atua também no meio-campo e até como lateral esquerdo. Rápido e muito bom na bola parada, também possui passe refinado. Daniel ou Maicon?Maicon ou Daniel...


Michel Bastos - Olympique de Lyon - FRA

Um dos meias que Dunga convocou para jogar como lateral esquerdo. Muito bom jogador, entratanto pra mim seria apenas reserva na seleção.

 
Gilberto - Cruzeiro - BRA

Indisciplinado, mal fisico e tecnicamente. Sua convocação é um verdadeiro absurdo. Além de tudo nem atua mais como lateral. Tendo laterais de ofício como André Santos, Marcelo e Roberto Carlos, todos em melhor momento, sua presença na Copa é injustificável.


Meias:


Gilberto Silva - Panathinaikos - GRE

Esse não dá nem vontade de comentar...

Josué - Wolfsburg - ALE

Idem a Gilberto Silva


Kleberson - Flamengo - BRA

Não vinha ficando nem no banco do Flamengo. Entrou no jogo contra o Corinthinans e deu o passe para o gol de Vagner Love. Mas isso é suficiente para participar de uma Copa? Se é assim, porque não chamou o Ronaldinho Gaúcho?


Felipe Melo - Juventus - ITA

Nunca jogou nada, nem no clube nem na seleção. Esse não é reserva nem do Carlos Alberto(gato) do Atletico Mineiro. O Marcos Assunção em fim de carreira é melhor do que ele.


Elano - Galatasaray - TUR

Apesar de não ser o mesmo Elano dos tempos de Santos, é bom jogador e disciplinado taticamente. Merece um lugar, mas na minha seleção seria reserva.


Julio Baptista - Roma - ITA

Reserva na Roma e no meu time seria reserva do reserva do gandula aposentado. Jogador pífio que não deveria estar nem no time do Roma, assim como seu companheiro Doni. OHH empresário bom esse hein!


Ramires - Benfica - POR

Ótimo jogador, atua nos espaços vazios. Na minha seleção é titular absoluto por sua velocidade e qualidade na saída de bola. Ainda marca gols quando tem a oportunidade. Ainda não repetiu o mesmo futebol que o tornou uma revelação no Cruzeiro, mas merece um voto de confiança.


Kaká - Real Madrid - ESP

Pra mim uma incógnita. Vem sofrendo a muito tempo com um problema no púbis. No Real Madrid ainda não mostrou porque já foi eleito o melhor do mundo, apenas alguns lampejos. Mas com certeza todos sabem de seu grande potencial e contam com ele. Vamos esperar e torcer.

Atacantes:

Luis Fabiano - Sevilla - ESP

Forte, bom de cabeça e chuta com as duas pernas. Matador nato. com certeza merece ser o dono da camisa 9 canarinho. Sempre que exigido conrespondeu e cavou seu espaço aos poucos.


Nilmar - Villareal - ESP

Rápido e habilidoso, Nilmar soube aproveitar as chances que recebeu de Dunga. Marcou gols em quase todos os jogos em que atuou. Pra mim, deve ser titular absoluto ao lado de Luis Fabiano.


Grafite - Wolfsburg - ALE

Desde os tempos de São Paulo, Grafite já mostrava que era bom jogador. Foi artilheiro e considerado o melhor jogador do campeonato alemão na temporada passada. Há muito já merecia uma chance na seleção. Não poderia ter acontecido em melhor momento neh...


Robinho - Santos - BRA

Desde que deixou o Santos, Robinho não mais conseguiu mostrar o mesmo futebol que o consagrou. Alternou alguns bons momentos no Real Madrid, porém passou também um tempo na reserva. Transferiu-se para o inglês Manchester City, onde também não emplacou e amargava a reserva. Agora emprestado ao Santos, tenta recuperar seu melhor futebol. Com certeza foi convocado por suas boas atuações em alguns amistosos e na Copa América, onde praticamente deu o título ao Brasil. Espero que na Copa ele mostre porque ganhou o apelido de rei das pedaladas.



De um modo geral, achei que a seleção foi muito mal convocada. Mesmo assim, tendo em vista o nível das outras seleções, o Brasil continua favorito ao título. As ausências do cerebral PH Ganso e do habilidoso Neymar já eram esperadas. Dunga tentou usar a sua "coerência" e privilegiar aqueles que vinham jogando as eliminatórias e demais competições. Não se deixou levar pela pressão popular e da imprensa. No entanto as convocações de Josué, Gilberto, Gilberto Silva, Felipe Melo, Doni e Júlio Baptista pra são ridículas. O próprio Dunga falou várias vezes que seleção brasileira é momento. Ou seja, se devemos analisar o momento, qual o porque da convocação destes jogadores?
Agora é rezar e torcer pro Brasil chegar o mais longe possível. Quem sabe a teimosia que Dunga insiste em chamar de coerência dê algum resultado positivo. Eu duvido...



quinta-feira, 6 de maio de 2010

A Maldição do Centenário


Ontem, mais uma vez, diante de um Pacaembu apaixonadamente lotado, o Corinthians caiu na Taça Libertadores da América. A maldição do ano do centenário ataca novamente. É o fim do sonho de conquistar o título da Libertadores no ano do centenário. A Fiel terá que torcer pra que o time enxugue as lágrimas e tenha força para fazer uma boa campanha no Brasileirão, pra assim poder sonhar novamente com o título inédito para o clube.
Depois de um primeiro tempo brilhante, onde teve total domínio do jogo e conseguiu marcar os dois gols de que precisava para se classificar, Mano Menezes mais uma vez estragou tudo e levou o time para a defesa no segundo tempo, para assim jogar nos contra ataques. Numa tabela muito bem feita, Kleberson que entrou no segundo tempo, deixou Vagner Love no cara de Felipe para marcar o gol que sacramentaria mais uma queda corinthiana na Libertadores. O time até que tentou esboçar uma reação, mas não conseguiu pressionar o Flamengo como fez no primeiro tempo, e para ajudar, de novo Mano Menezes sacou Jorge Henrique, que era o único que tentava jogadas laterais e virava o jogo, para a entrada de Jucilei. Como um time que precisa de gols, tira um atacante e poe um volante? E pra piorar, ele ainda tirou o "guerreiro" Alessandro, que fazia uma boa partida pra colocar outro volante, Paulinho. Este até entrou bem no jogo e arriscou algumas jogadas, mas um time que precisa vencer tem que ter atacantes e não volantes. Dentinho, que par mim, junto com Alessandro, era um dos melhores em campo, saiu para entrada de Yarlei. Enfim, claro que não devemos tirar o mérito do Flamengo, principalmente do goleiro Bruno, que de novo salvou o time rubro-negro em várias oportunidades, inclusive uma cobrança de falta de Chicão no angulo, mas se tivermos que apontar culpados para a desclassificação do Corinthians, com certeza o culpado é técnico Mano Menezes, que mesmo sabendo da importância desse torneio pro Corinthians, mesmo precisando de gols, encheu o time de volantes. Onde está Matias Defederico, que foi contratado a peso de ouro pra essa Libertadores? Por que não colocou o Souza? Por que tirou o Jorge Henrique e o Dentinho? Ele tinha sido coverde no primeiro jogo, quando com um jogador a mais, não pressionou o time do Flamengo, foi retranqueiro e acabou tomando um gol no final em um penalti ridículo de Moacir. Acho até que deveria mudar o nome deste Post para : A culpa é do Mano...
Resta apenas torcer que Andrés contrate bons reforços, porque com certeza peças importantes deixarão o grupo após a copa, e que o Timão faça boa campanha no Brasileirão. Só assim a Fiel poderá sonhar novamente...por enquanto, resta apenas ouvir as chacotas de palmeirenses e são paulinos, e engolir seco mais essa vergonha...

quarta-feira, 5 de maio de 2010

São Paulo sofre, mas derrota o fraco Universitário do Peru...ou seria...Universitário do Peru sofre e acaba derrotado pelo fraco São Paulo?


Com um futebol sofrível, o São Paulo se classificou para as quartas de final da Taça Libertadores da América, nos penaltis e debaixo das vaias de sua torcida, cujos protestos dirigiam-se principalmente contra o técnico Ricardo Gomes. Mais uma vez o Tricolor mostra que está cheio de limitações e pode cair na próxima fase caso enfrente adversários mais fortes. O técnico Ricardo Gomes, mesmo precisando vencer a partida e percebendo que o time peruano venho com a proposta de jogo totalmente defensiva, insistiu em ser retranqueiro. Sendo assim acho que a torcida do São Paulo tem toda a razão de vaiar. E digo mais: está mais do que na cara que uma eventual desclassificação da Libertadores na próxima fase vai custar o cargo do técnico são-paulino. A torcida e a diretoria ainda não engoliram as duas derrotas vechaminosas para o Santos nas semi-finais do Paulistão.
O mais engraçado, é que time o São Paulo tem. Jogadores como Marcelinho Paraíba, Léo Lima, Cleber Santana e Jean seriam titulares em qualquer equipe brasileira. Entretanto todos são reservas. E outra que aindanão consegui entender: para contrataram o tal de Carlinhos Paraíba? Enfim, o Marco Aurélio Cunha enche a boca pra dizer que o São Paulo é o time que melhor contrata e por isso está sempre disputando títulos, que será que aconteceu desta vez hein Marco Aurélio?
Vamos aguardar cenas do próximo capítulo da saga do tricolor na Libertadores. Mas se continuar com esse futebol pífio, com certeza cairá na próxima fase...

terça-feira, 4 de maio de 2010

Santos...a vitória do previsível futebol brasileiro...


Neste domingo, os chamados “Meninos da Vila” conquistaram o título do campeonato Paulista em cima do Santo André no estádio do Pacaembu. Segundo comentaristas, foi apenas a confirmação do óbvio. No entanto, deve-se resslatar que, nas duas partidas finais, o Ramalhão do ABC foi superior ao time do Santos, mas infelizmente nessas horas, a camisa acaba pesando. Como explicar o apagão do time do Santo André no início sozinho segundo tempo. Como explicar o impedimento inexistente que foi marcado anulando um gol do atacante Rodriguinho. Ou o cai-cai Neymar que provocou uma confusão generalizada que resultou na expulsão de Léo e Nunes e nem mesmo foi advertido verbalmente pelo perdido Sálvio Espínola.


Enfim, eu sei que hoje em dia não te mais essa de campeão moral, mas eu na minha humilde opinião não posso deixar de dizer que o Santo André merecia o título tanto quanto o Santos, tanto pela boa campanha como pelo ótimo trabalho desenvolvido por Sérgio Soares que, com certeza, é uma das grandes revelações desta nova safra de técnicos do futebol brasileiro.

Também não posso dizer que, guardadas as devidas proporções, o grande craque deste campeonato não é o rápido e habilidoso Neymar, mas sim o impressionante e cerebral Paulo Henrique “Ganso’. Durante todo o campeonato ele mostrou toda a sua técnica e visão de jogo, aliada a habilidade e frieza. Neste último jogo, ele também mostrou que é experiente e tem senso de liderança, pois além de chamar para si a responsabilidade, recusou-se a sair do time naquela que seria a maior “cagada” feita por um técnica que eu já vi. Fazendo isso ele mostrou que tem personalidade. Prendeu a bola, ganhou tempo, apitou o jogo, enfim, fez e aconteceu. Ao contrário de Neymar, Ganso não tem lampejos e jogo em que fica apagado. Seu grande mérito nesse paulistão foi sua regularidade, a maioria dos gols do Santos passaram por seus pés, destacando o incrível toque de letra para o gol de Neymar neste último jogo.

A verdade é que apesar da péssima arbitragem e da catimba dos santistas, não adianta ficar falando e lamentando, dizendo que foi roubado. Afinal, que graça teria se o “grande” Santos dos meninos da vila que, para muitos, alegraram o Brasil e resgataram o futebol “muleque”, alegre e ofensivo, fizessem tudo isso e, na final, o “pequeno” Santo André levasse o caneco?

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Rogério Ceni...acima do bem e do mal...


Hoje assisti um vídeo no Youtube do programa Arena Sportv de Agosto de 2006 onde a jornalista Milly Lacombe teceu vários comentários acerca do goleiro do São Paulo Rogério Ceni sua qualidade técnica, suas atitudes, e,  a atitude da imprensa em relação à ele. Na época ela contestou toda essa superioridade que a imprensa coloca no Rogério Ceni em relação aos outros goleiros.  Inclusive, ela também comentou o episódio em que Rogério supostamente teria forjado uma proposta do Arsenal da Inglaterra para conseguir um aumento de salário. Entretanto no meio do programa, Rogério Ceni entrou ao vivo por telefone acusando a jornalista de calúnia e injúria, pois ele nunca teria falsificado documento algum. Depois, pesquisando na internet, descobri que além de ter de pagar 35 mil reais de indenização ao goleiro, a jornalista foi demitida e ficou queimada no Brasil  todo como comentarista.

Fica aí a pergunta: será que todos que falam a verdade terão que ser punidos e banidos dos meios de comunicação em massa? Afinal de contas, porque o Jorge Cajuru é tão crucificado? Será que é porque ele é um dos poucos que tem coragem de falar a verdade e o que pensa. Pode até ser mentira essa história de falsificar um fax do Arsenal. Mas se é mentira, porque Rogério Ceni, que é o ídolo mor do São Paulo ficou afastado do elenco por 28 dias? Será por causa do quiosque que ele tinha pra vender suas coisas dentro do São Paulo sem pagar nada a ninguém? Se ele ama o São Paulo, por que queria ir embora? O Marcos, mesmo com o Palmeiras na segundona, recusou proposta do exterior. Isso sim é que é ídolo. E outra, por que o Rogério Ceni  não processou também o diretor que o acusou publicamente? E a Folha de São Paulo, que também publicou a notícia? Não me venham com esse papo que ele foi vítima de diretores da oposição. Por acaso ele processou algum desses diretores? Por que ele nunca realmente explicou o que aconteceu?
De todas as verdades que Milly Lacombe disse, talvez a única que seja questionável seja essa do fax do Arsenal. Porque realmente, ele vive reclamando de paradinhas, durante os jogos ele é o que mais fica falando com o juiz. Mas e as adiantadas que ele comete nas cobranças de pênalti? Porque com certeza, todos os goleiros se adiantam um pouco, mas ele antes de jogador cobrar já está quase um metro à frente.  Que juiz teve peito pra mandar voltar? Sai pessimamente do gol, tanto em bolas alçadas como quando o atacante está frente a frente com ele. Tudo bem, ele faz boas defesas, mas isso qualquer bom goleiro faz. Quantas vezes o Marcos não salvou o Palmeiras? Quantas vezes o Felipe não salvou o Corinthians? Entretanto, quando esses goleiros falham, eles são duramente criticados. Taffarel, que foi ídolo na seleção, exímio catador de pênaltis, quando frangou jogando pelo Atlético MG foi muito criticado. Então porque ninguém critica o Rogério Ceni? Por que quando ele saiu catando borboleta no último gol do Santos na semifinal do Paulistão e quando ele frangou no gol de falta do Roberto Carlos no clássico contra o Corinthians ninguém falou nada. Por que a imprensa é omissa quando se trata dos erros do Rogério. Fugindo um pouco dos goleiros e fazendo um comparativo, o Ronaldo, que disputou três copas do mundo, é o maior artilheiro da história das copas, foi eleito três vezes o melhor jogador do mundo e ganhou a apelido de fenômeno, está sendo massacrado pela imprensa por causa da sua má fase.  No ano passado, quando suas falhas e baixa condição técnica começaram a aparecer, o Rogério simplesmente se machucou num treino e ficou um mês parado. Sorte ou camuflagem?
 

O Sr Rogério Ceni disputou apenas uma Copa, e ainda na reserva. Nunca jogou no exterior. Será que realmente ele pode ser comparado ao Dida ou ao Júlio César? Porque estes sim, ganharam títulos tanto no Brasil como no exterior, foram titulares da seleção, inclusive em copas, e também são ídolos em seus clubes. Inclusive Júlio Cesar foi eleito o melhor goleiro do mundo, deixando pra trás os grandes Buffon e Cech. Nem isso o exime de ser criticado quando falha, o que acontece muito raramente. Tudo bem, jogando com os pés, o Rogério é melhor que os dois juntos, mas isso não basta para deixá-lo intocável.  Que me desculpem os São-Paulinos, mas já está mais do que na hora de as pessoas serem mais imparciais na imprensa esportiva no que diz respeito a Rogério Ceni.

Não dá pra entender o Cruzeiro



Ontem com 3 gols de Thiago Ribeiro, o Cruzeiro venceu o Nacional do Uruguai em jogo pelas oitavas da taça Libertadores. Mas se a Raposa consegue ir bem na Libertadores, por quê não conseguiu vencer o questionável time do Ipatinga e fazer a final do Mineiro com o Atlético? Não dá nem pra comparar o time do Cruzeiro, que conta com o Gladiador Kleber, o ótimo goleiro Fábio e o experiente e selecionável(tenho minhas dúvidas)Gilberto, com o time do Ipatinga, que me desculpem, não tem ninguém. Daí o pessoal vem com aquela velha história que tava com a cabeça na Libertadores, mas pra mim isso não cola mais. Time bom tem que ganhar tudo. O Santos de Pelé disputava vários campeonatos ao mesmo tempo e ganhava a maioria. E olha que naquela época não tinha tanto treinamento para aperfeiçoamento físico e esta coisa toda de fisiologia.

 Enfim. Vamos esperar pra ver se esse time do Cruziero realmente pode ser mais uma vez candidato ao título da Libertadores, ou se a derrota para o Ipatinga mostrou a realidade das limitações do time. Infelizmente o Galo não terá sua vingança pelos 2 anos consecutivos que perdeu a final do Mineiro para o Cruzeiro de goleada.

Cuidado com Tricolor Gaúco



Como já era de se esperar, ontem o time do Gremio venceu o remendado Fluminense no Maracana. Com certeza não foi a estréia que o recém contratado Muricy Ramalho esperava. Ser derrotado em casa, tendo em vista a vantagem dada pelo gol marcado foi um péssimo resultado para o tricolor das Laranjeiras.

Sem Fred, com apendicite, e Conca, suspenso, o Flu até que tentou, mas foi superado pelo inspirado ataque gremista com Jonas e Borges. Este primeiro inclusive foi um dos melhores em campo, entortando a zaga carioca e deixando Douglas na cara do goleiro Rafael para o marcar o primeiro gol dos gaúchos. Mesmo equilibrando o jogo e tendo um jogador a mais durante todom o segundo tempo(o zagueiro rodrigo recebeu o segundo amarelo e foi expulso após entrada dura em Wellinghton Silva), o Fluminense não conseguiu romper a linha defensiva do Gremio e acabou tomando gols em jogadas de contra-ataque.

Mais uma vez o Gremio mostrou que é um time copeiro. Soube suportar a pressão do time do Fluminense e aproveitar as poucas chances para vencer a partida. Dificilmente o Fluminense conseguirá reverter essa boa vantagem jogando no Estádio Olímpico em Porto Alegre. Resta a Muricy tentar consertar os erros e pensar em roforços para o Brasileirão(não dá pra depender de André Lima caso Fred não jogue), pois a Copa do Brasil já era.

Santos ou Atlético Mineiro que se cuidem, pois quem vencer terá uma parada duríssima nas semi-finais.