Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Não dá pra entender o Cruzeiro...parte II


Há alguns dias atrás eu havia dito aqui mesmo no blog que não dava pra entender o time do Cruzeiro, que ao mesmo tempo que batia bons adversários, inclusive fora de casa, perdia para times mais fracos. Na época eu me referia à vitória diante do Nacional do Uruguai nos dois jogos e a derrota par o Ipatinga na semi-final do campeonato mineiro. Não que o Nacional seja um grande time, mas era um adversário teoricamente mais difícil, principalmente jogando em casa. Mesmo assim o cruzeiro venceu os dois jogos por 3 a 0, alimentando assim a esperança da torcida rumo à mais uma final de Libertadores. Entretanto, o que se viu ontem no Morumbi foi um time perdido e desorganizado. Logo no primeiro minuto de jogo, Kleber foi expulso depois de dar uma cotovelada em Richarlyson. A partir daí, o São Paulo dominou totalmente o jogo e, só não aplicou uma goleada devido às defesas do ótimo goleiro Fábio.
Que os são-paulinos não pensem que esotu comparando o time do São Paulo ao Ipatinga ou Nacional. Com certeza os méritos tricolores são inegáveis. Mais uma vez Fernandão fez a diferença. Os times que entraram em campo ontem não eram o mesmos dia de 15 dias atrás. O Cruzeiro não era de longe o time que conquistou a vaga vencendo por 3 a 0 na casa do adversário. O São Paulo de ontem é infinitamente superior ao time sofrível que venceu nos penaltis o fraquíssimo Universitário. Agora eu me pergunto: qual dos dois é o verdadeiro time do Cruzeiro? O time coeso e forte que venceu o Nacional, ou o time perdido e cabisbaixo que foi humilhado pelo São Paulo? Espero que no campeonato brasileiro, eu finalmente possa saber qual dos dois é verdadeiro, e finalmente entender o Cruzeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário