Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 4 de maio de 2010

Santos...a vitória do previsível futebol brasileiro...


Neste domingo, os chamados “Meninos da Vila” conquistaram o título do campeonato Paulista em cima do Santo André no estádio do Pacaembu. Segundo comentaristas, foi apenas a confirmação do óbvio. No entanto, deve-se resslatar que, nas duas partidas finais, o Ramalhão do ABC foi superior ao time do Santos, mas infelizmente nessas horas, a camisa acaba pesando. Como explicar o apagão do time do Santo André no início sozinho segundo tempo. Como explicar o impedimento inexistente que foi marcado anulando um gol do atacante Rodriguinho. Ou o cai-cai Neymar que provocou uma confusão generalizada que resultou na expulsão de Léo e Nunes e nem mesmo foi advertido verbalmente pelo perdido Sálvio Espínola.


Enfim, eu sei que hoje em dia não te mais essa de campeão moral, mas eu na minha humilde opinião não posso deixar de dizer que o Santo André merecia o título tanto quanto o Santos, tanto pela boa campanha como pelo ótimo trabalho desenvolvido por Sérgio Soares que, com certeza, é uma das grandes revelações desta nova safra de técnicos do futebol brasileiro.

Também não posso dizer que, guardadas as devidas proporções, o grande craque deste campeonato não é o rápido e habilidoso Neymar, mas sim o impressionante e cerebral Paulo Henrique “Ganso’. Durante todo o campeonato ele mostrou toda a sua técnica e visão de jogo, aliada a habilidade e frieza. Neste último jogo, ele também mostrou que é experiente e tem senso de liderança, pois além de chamar para si a responsabilidade, recusou-se a sair do time naquela que seria a maior “cagada” feita por um técnica que eu já vi. Fazendo isso ele mostrou que tem personalidade. Prendeu a bola, ganhou tempo, apitou o jogo, enfim, fez e aconteceu. Ao contrário de Neymar, Ganso não tem lampejos e jogo em que fica apagado. Seu grande mérito nesse paulistão foi sua regularidade, a maioria dos gols do Santos passaram por seus pés, destacando o incrível toque de letra para o gol de Neymar neste último jogo.

A verdade é que apesar da péssima arbitragem e da catimba dos santistas, não adianta ficar falando e lamentando, dizendo que foi roubado. Afinal, que graça teria se o “grande” Santos dos meninos da vila que, para muitos, alegraram o Brasil e resgataram o futebol “muleque”, alegre e ofensivo, fizessem tudo isso e, na final, o “pequeno” Santo André levasse o caneco?

Um comentário:

  1. Só alguns detalhes.

    1)O Santo André jogou melhor os dois jogos.

    2)O gol do Santo André foi legítimo.

    3)No primeiro jogo o Neymar sofreu um pênalti e no segundo jogo houve pênalti no Arouca.

    4)O Ganso tomou um soco em cada jogo fora do lance de bola e o marcador do Santo André no foi expulso.

    5)Um time que não consegue fazer o resultado contra 8 jogadores não merece ser campeão.

    O Santos FC mereceu!!!!!!!

    Marlon.

    .

    ResponderExcluir