Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Classico alvinegro...




Ontem num jogo eletrizante o Corinthians conseguiu, finalmente, vencer o Santos. Os meninos da Vila sofreram seu primeiro grande revés. Mesmo criando várias oportunidades e tendo um gol erradamente anulado pela arbitragem, o Santos não conseguiu vencer a determinação coritiana e saiu do pacaembu derrotado por 4 a 2. Acho que neste jogo, podemos destacar duas coisas. Enfim Mano Menezes saiu da retranca e surpreendeu Dorival Jr com um time ofensivo e marcando a saída de bola. O jovem Bruno César jogou um partidaço e comandou o meio campo, sendo responsável pelas principais jogadas de ataque, e ainda ajudou na marcação. Este menino tem tudo para finalmente substituir à altura o hoje gremista meia Douglas. A segunda coisas é que o Santos precisa começar a preocupar-se com seu setor defensivo. A qualidade santista do meio pra frente é indiscutível. Entretanto, o Santos vem sofrendo uma quantidade muito grande gols. Fato que fez com que até o zagueiro Edu Dracena comentasse a fragilidade da defesa. Os adversários já perceberam isso e já estão tirando proveito.
Ontem os santistas foram surpreendidos com uma marcação adiantada, dificultando a saída santista e impedindo a criatividade do meio campo, principal arma do peixe. E pra piorar, com 1 minuto e meio de jogo Jorge Henrique abriu o placar na falha do fraco goleiro Felipe. Estando na frente do placar, o Corinthians passou a se defender a tentar sair nos contra ataques, o que fez com que o Santos dominasse a partida no primeiro tempo. Depois do intervalo o Santos voltou com o ímpeto ainda maior e conseguiu empatar aos 7 minutos com André, porém nem teve tempo de comemorar porque 2 minutos depois, o iluminado Bruno César virou o jogo. A partir daí a partida ficou aberta, com o Santos criando as oportunidades mais claras, mas parando na inspirada defesa corintiana. Numa roubada de bola no meio campo, Ralf recebeu de Dentinho e marcou o terceiro. Dorival Jr, de maneira estranha sacou o zagueiro Edu Dracena e colocou Marcel. Com o defesa aberta, o Santos tomou o quarto gol, após cruzamento de Roberto Carlos na cabeça de Paulinho. Diminuiu no final com Marcel.
O Santos saiu derrotado e reclamando da arbitragem, mas do penalti inexistente e o gol legítimo anulado contra o Ceará, ninguém se lembra neh? Acho que o Santos é um grande time, mas um grande time também perde, e os meninos da vila agora precisam aprender a perder.



As declarações do Zagueiro Edu Dracena, criticando a postura tática da equipe, Ganso, que se recusou a sair do jogo contra o Santo André, a falta de disciplina de Neymar e Cia, e a insatisfação de Rodrigo Mancha ao ser subtituído após ter acabado de entrar começam a por em dúvida o comando de Dorival Jr. O desempenho do time vem caindo drasticamente, e seu trabalho já começa a ser questionando nas bandas da baixada. Vamos ver até quando ele aguenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário